História


Filho de seu Pedro e dona Minervina, Carlos Apolinario nasceu em São Paulo no dia 28 de abril de 1952. Criado no bairro de Vila Medeiros, teve ao lado de suas duas irmãs uma infância humilde, mas valiosa em amor e exemplos de dignidade.


Seus pais chegaram a ter dois empregos cada um para pagar as contas e manter Apolinario e as irmãs estudando na escola pública. Juntos, dona Minervina e seu Pedro Apolinario lutavam para dar aos seus filhos o pão de cada dia e uma vida digna, nunca deixando faltar exemplos de dignidade, honestidade e compromissos com os valores cristãos.


Ao completar 14 anos, Apolinario teve seu primeiro emprego, como auxiliar de torneiro mecânico, e deixou os estudos antes de concluir o primeiro grau, que só terminaria mais tarde.


Carlos Apolinario freqüentava os cultos da Assembléia de Deus. Num deles, conheceu Dalva e, após uma semana, exatamente o tempo em que levou para responder o bilhete que lhe propunha namoro, começou uma história de amor, que dura até hoje. "Foi amor à primeira vista", diz ele.


Dois anos depois, aos 18 anos de idade, Apolinario e sua futura sogra abriram juntos uma pequena fábrica de plástico. No começo, produziam carteiras, porta-notas e porta-documentos para vender aos camelôs. O negócio, que começou pequeno, foi crescendo e Apolinario passou a vender para bancos, empresas e lojas da cidade.


Se os negócios iam bem, a vida ia melhor ainda. Em 1972, Carlos Apolinario casou-se com Dalva. A felicidade do casal se completou com o nascimento de seus dois filhos, Carlos Apolinario Júnior e Cláudio Apolinario. Com a imensa alegria de ser pai, Apolinario resolveu uma antiga pendência e foi concluir os estudos. Terminou o segundo grau e ingressou na faculdade aos 24 anos. Em 1980, aos 28 anos, formou-se em Direito e se tornou advogado.


E para completar a felicidade da família, seu filho Cláudio casou-se com Elisângela e deu ao casal Apolinario três netos: Caroline, Gabriela e Lucas. Mais preparado para a vida, Apolinario abriu mão de advogar para continuar atuando como empresário. Seus negócios prosperaram e Apolinario passou também a atuar no ramo de comunicação.


Os êxitos na vida e no trabalho acabaram fortalecendo uma de suas principais características: o idealismo. Foi então que Carlos Apolinario decidiu não trabalhar só em prol de sua família, mas lutar por uma sociedade mais justa para todas as pessoas. Aos 29 anos, o pai de família, advogado e empresário decidiu entrar para a política, com um objetivo: fazer a diferença.


Desde 1982, está na vida pública, marcada por diferentes mandatos e cargos. Carlos Apolinario foi três vezes deputado estadual, presidente da Assembléia Legislativa, governador do Estado por dez dias, deputado federal e relator da atual lei eleitoral. Foi ainda vereador na cidade de São Paulo por três mandatos. Apolinario exerceu todas as funções públicas com muito trabalho, honestidade e com todos os bons valores que aprendeu com a família, com a fé e com a vida.

Banner Rádio